Desconstruindo a farsa “mitológica” mais um pouco…
Sobre a imagem de homem honesto, ético e defensor da moral, o "diferente" o "novo" na política, que alguns tentam encaixar em Bolsonaro. Mas é como aquelas peças de encaixe, côncavo e côncavo não encaixa.
Por Redação
13 setembro, 2018 às 16:26
A+  
A-  
Desconstruindo a farsa
Desconstruindo a farsa "mitológica" mais um pouco... (Foto: Reprodução)

Por Ubiratan Ribeiro, militante do Círculo Palmarino e do PSOL.

Guilherme Boulos perguntou no primeiro debate da Globo a Jair Bolsonaro, sobre quem era a Val?

Esse foi um caso sintomático em que uma funcionária lotada no gabinete desse Deputado violento em Brasília, e ao invés de estar lá, era paga com recursos públicos pra limpar o cocozinho dos cachorros de Bolsonaro em Angra dos Reis…

Será que ela estava levantando as pautas dos direitos dos animais domésticos? Rsrs.

E o mais engraçado é que tem gente que diz defender a “moralidade e ética” e tenta justificar isso de alguma forma. Gente, “menas”.

Em 30 anos de carreira parlamentar, só teve três míseros projetos aprovados e conseguiu acumular 5 imóveis e um patrimônio milionário… Será que não dava pra pagar com recursos próprios uma pessoa pra cuidar dos cãezinhos?

#aFarsa