Festival Percurso reúne mestres em #omaiorterreirodomundo em SP
Com expectativa de receber 10 mil pessoas, Festival Percurso terá atrações como Xaxado Novo, Rincon Sapiência, Maracatu Nação Kambinda e Slam das Minas
Por Redação
29 novembro, 2018 às 18:37
A+  
A-  
Festival Percurso se propõe a ser o maior terreiro do mundo
Festival Percurso se propõe a ser o maior terreiro do mundo (Foto: Léo Brito)

Via Catraca Livre

Com a expectativa de reunir 10 mil pessoas em um único domingo na Praça do Campo Limpo, na periferia da zona sul de São Paulo (SP), o Festival Percurso 2018 – de Jardim a Jardim traz como tema neste ano #omaiorterreirodomundo e vai receber mais de 40 diferentes atrações programadas para todo o dia, valorizando a cultura dos terreiros brasileiros.

A organização do evento  oferece uma programação que abrange crianças, jovens, adultos e idosos. A proposta é levar ao público atividades educacionais, de entretenimento e de geração de renda através das tendas e oficinas.

Dividido por tendas, o festival que é organizado pela Agência Popular Solano Trindade , que neste ano se une ao movimento De Jardim a Jardim, através da parceria com o C de Cultura ampliando ainda mais a atuação e a visão integrada de sociedade, premissas que fazem parte do DNA do projeto.

O evento recebe neste ano atrações como Xaxado NovoMestre Tião Carvalho – comemorando os 40 anos de carreira – Bia FerreiraMãe Beth de Oxum, de Recife (PE), Rincon Sapiência , Slam das Minas, Samba do Monte e o Maracatu Nação Kambinda, do Embu das Artes, homenageando Raquel Trindade.

Assim, a grande reunião de povos e a intersecção com a juventude periférica são a grande alma desta edição do festival.

“O lema do Festival Percurso é Juventude Periférica, gerando renda, trabalho e desenvolvimento local, o que significa que a nossa visão de geração de renda está ligada ao desenvolvimento comunitário”, contou Alex Barcellos, produtor cultural da Agência Solano Trindade.

De Jardim a Jardim

A edição deste ano do festival foi pensada para ser o #maiorterreirodomundo e, na prática, fomentar a união que passa entre os povos através de diferentes vertentes musicais, culturais ancestrais e a economia, trazendo a ‘re-união’ do que há de mais bonito no Brasil: o conceito de agrupamento, de aquilombamento, transformando a Praça do Campo Limpo em um chão abençoado por mestres de religiões de matriz africana e indígena. Nessa confraternização, o bastão dos griôs será passado pelas mãos da nova geração.

O conceito  “De Jardim a Jardim” nasce da metáfora sobre a necessidade de encontro e troca entre as pessoas, independente do bairro onde moram e da realidade de vida de cada um, a arte será sempre capaz de aproximar todos, afinal, sempre há o que se aprender e ensinar, de ambos os lados.

Sobre o festival

O 5º Festival Percurso De Jardim a Jardim ,conta com o patrocínio do Shopping Market Place, numa realização da Agência Popular Solano Trindade, C de Cultura, PROMAC, Secretaria Municipal de Cultura, Prefeitura de São Paulo, Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Programa de Ação Cultural ICMS e Governo do Estado de São Paulo.”

Confira a programação de algumas tendas

A Tenda das Yabás homenageia às mães rainhas e os orixás femininos, exaltando a força artística das mulheres da periferia. Está confirmada a presença do coletivo União Popular de Mulheres, que desde a década de 1960 promove a emancipação e conquista plena dos direitos da mulher. Também está confirmada a presença da Aldeia Tenodé Porã, com intervenção artística do coral de índios Guarani, ao som de rabeca e violão.

O espaço recebe também a Associação de Kung Fu Garra de Águia Lily Lau, de Taboão da Serra, apresentando o espetáculo Dança de Leão, do folclore chinês, para espantar maus espíritos e trazer sorte e prosperidade.

Na tenda acontece também roda de conversa com doulas, apresentação teatral com a companhia Satyros, apresentação musical e artística com Funk de Griffe, Graja-Minas e poesia com o Slam das Minas.

Na Tenda dos Povos, com curadoria do mestre Aderbal Ashogun, ocorrerá o Encontro dos Povos de Terreiro, Juventude Camponesa, Quilombolas, Índios Guaranis e Pataxós e Afoxé, homenageando o mestre Moa do Katende, assassinado no mês de outubro em salvador após uma discussão política.

Perifa Talks 

O espaço Perifa Talks, que antecede o evento oficial e ocorre no sábado (08.12) recebe palestras no formado TED, com empreendedores sociais que compartilharão histórias de vida e trajetórias inspiradoras. Estão confirmadas as presenças de Mãe Beth de Oxum, que é de Recife (PE), de Adriana Barbosa, da Feira Preta, e de Aderbal Ashogun, da Rede AfroAmbiental.

Feira Paul Singer

Já  no espaço Feira Paulo Singer, uma homenagem à famosa feira da Agência Solano Trindade, o público pode encontrar novidades da moda, acessórios e artesanatos. Já está confirmada a presença da Boutique da Krioula.

Alimentando Pontes

Para democratizar o ato de comer bem, o espaço “Alimentando Pontes” foi pensado através de uma parceria entre a Agência Solano Trindade e a Chef Bel Coelho, premiada chef do Clandestino e apresentadora do programa Receita de Viagem (TCL Discovery). Bel descobriu cedo sua vocação. Vinda de uma família de apreciadores de gastronomia, tem em sua memória afetiva uma forte ligação com a cozinha e seus sabores.

O evento recebe também a chef Tia Nice, da Cozinha Criativa da Agencia Solano Trindade, Aderbal Ashogun, do Ilê Omi Juaro, de Nova Iguaçu (RJ), o chef Luciano Nardelli, da premiada Pizzaria Carlos e o chef Edson Leite, do Gastronomia Periférica.

“Os chefs convidarão o público para uma experiência deliciosa, com um bom papo, apreciando uma cerveja artesanal da roça, o que é garantia de bom rango”, anunciou a organização.

O encontro traz também 20 tipos de comidas diferentes, sem falar nos tradicionais tutu de feijão, baião de 2 e pastéis de panc.

Serviço – Mais informações sobre o festival podem ser obtidas no link: https://www.facebook.com/FestivalPercurso/